Participe de uma série de webinars gratuitos para ajudar você a expandir seus negócios no Google Play. Inscreva-se hoje mesmo

Lista de verificação do lançamento

  • Iniciar

Esta lista de verificação reúne os processos que você precisa seguir para garantir que seu app seja lançado sem problemas. As tarefas foram numeradas para dar uma ideia da sequência normal em que devem ser concluídas. No entanto, você pode fazer as tarefas na ordem que você quiser e pular etapas se for necessário.

Lista de verificação

  1. Entenda as Políticas do programa para desenvolvedores. As Políticas do programa para desenvolvedores foram projetadas para garantir que a Play Store continue sendo um recurso confiável para os usuários do Android. Leia as políticas do início ao fim, porque há consequências para eventuais violações.
  2. Prepare sua conta de desenvolvedor. Inscreva-se em uma conta de desenvolvedor e veja se os detalhes dela estão corretos. Se você vender produtos, configure sua conta do comerciante.
  3. Planeje a localização. Se você planeja incluir cópias localizadas do app no lançamento, planeje-as com antecedência e siga a lista de verificação de localização.
  4. Planeje lançamentos simultâneos. Lançar o app em vários dispositivos e plataformas maximiza suas atividades de promoção e o número de instalações. Portanto, inclua isso antecipadamente nos seus planos de desenvolvimento. Se não for possível lançar o app em todas as plataformas ao mesmo tempo, solicite os dados de contato dos usuários e informe-os quando o app estiver pronto.
  5. Realize testes de acordo com as diretrizes de qualidade. Diretrizes de qualidade para apps e critérios específicos para tablets e apps Android TV e Android Auto fornecem modelos de teste. Use esses modelos para confirmar se seus apps oferecem o básico em termos de design da IU, recursos e funções esperados pelos usuários do Android.
  6. Segmente um nível de API recente. A partir de 1º de novembro de 2019, o Google Play exigirá que os novos apps segmentem ao menos o Android 9.0 (nível 28 da API) e que as atualizações de apps segmentem ao menos o Android 9.0.
  7. Crie seu Android App Bundle. Quando estiver tudo pronto para disponibilizar o app aos usuários, seja para testes ou como produto final, crie o Android App Bundle no Android Studio. A entrega dinâmica do Google Play usa o pacote do app para gerar, assinar e veicular APKs otimizados para o dispositivo de cada usuário, o que resulta em um app mais leve para download e instalação.
  8. Faça testes internos. Use a faixa de teste interna para enviar seu app a até 100 testadores internos e receber feedback antes de disponibilizá-lo a usuários externos nas faixas fechada, aberta ou de produção. Use várias faixas de teste fechadas para versões diferentes do seu app antes de enviá-las para faixas de teste ou produção.
  9. Planeje os detalhes do app na Play Store. Prepare as descrições, as imagens promocionais, as capturas de tela e os vídeos que serão adicionados à página da loja do app na Play Store. Inclua um link para sua política de privacidade, caso necessário. Localize a seção de Detalhes do app em todos os idiomas compatíveis com o app e com os países que serão segmentados.
  10. Crie interesse no app ou jogo com o pré-registro e configure uma página de Detalhes do app personalizada para o pré-registro.
  11. Faça upload do Android App Bundle para as faixas de teste fechada ou aberta. As faixas de teste fechada e aberta podem ajudar a descobrir problemas no seu app para que você possa corrigi-los e aumentar a qualidade da versão inicial. Veja como fazer o upload de um Android App Bundle e saiba mais sobre as práticas recomendadas para testes abertos.
  12. Defina a compatibilidade de dispositivos do app. Informe à Play Store quais são as versões do Android e os tamanhos de tela para os quais o app foi pensado.
  13. Verifique os relatórios de pré-lançamento. Após o upload de um Android App Bundle para as faixas fechada ou aberta, você receberá um relatório de pré-lançamento. Com ele, é possível identificar os problemas encontrados quando o app foi testado automaticamente em uma grande variedade de dispositivos reais com diferentes versões do Android.
  14. Defina o preço e os países de distribuição do app. Depois de determinar seu modelo de monetização, configure o app como gratuito ou pago e selecione os países em que ele será distribuído.
  15. Ative as opções de distribuição adequadas. Na página de preços e distribuição, opte por dispositivos e programas específicos, como Wear OS by Google, Android TV e Feito para Família. Assim o Google Play poderá revisar seu app e, depois de aprovado, torná-lo mais visível para os usuários.
  16. Configure seus produtos e assinaturas no app. Confirme os países em que você pode realizar vendas, além das moedas e questões fiscais que precisam ser consideradas. Em seguida, configure sua conta do comerciante e adicione detalhes e preços aos produtos e assinaturas no app.
  17. Determine a classificação do conteúdo do app. Fornecer uma classificação adequada para o app é uma exigência das Políticas do programa para desenvolvedores, mas também é uma garantia para que o app seja visto pelo público-alvo na faixa etária correta.
  18. Verificações finais e publicação. Antes de tudo, volte ao primeiro item e verifique se você concluiu toda a lista. Agora está tudo pronto para publicar o app no canal de produção. Caso você lance uma atualização do app, procure fazer lançamentos graduais, disponibilizando a atualização progressivamente para mais usuários. Isso permite que você interrompa a atualização caso encontre algum problema, o que pode limitar o número de usuários afetados.
  19. Promova seu app. Comece a divulgar o app com o selo do Google Play. Consulte nossas outras ferramentas de marketing e práticas recomendadas para investir na expansão do seu público.
  20. Navegue pelas resenhas dos usuários e deixe respostas. Entenda o que os usuários pensam do seu app e responda às resenhas deles para resolver os problemas não detectados nos testes.
  21. Confira suas métricas. O Android vitals mostra informações importantes com base em instalações do seu app em dispositivos reais para que você possa entender e corrigir problemas de estabilidade e desempenho. Melhorar suas métricas resultará em uma melhor experiência do usuário, usuários mais engajados e avaliações mais altas.
  22. Muito bem, o app foi lançado! E agora? Primeiro, faça uma pausa. Em seguida, confira nossas práticas recomendadas para aumentar o engajamento e a retenção do app, expandir o público e gerar mais receita.